DIdi Krepinsk

Reserve Aqui15/02/2017

Sawat-dee!!  (“Oi” em tailandês)

Depois de Siem Reap voamos de Bangkok Airways para Phuket, na Tailândia, mas tivemos que fazer uma conexão rápida em Bangkok. No total foram 2h de voo, bem tranquilo! Chegando lá, o pessoal do hotel Six Senses Yao Noi já estava nos esperando, e nos levaram em seguida para a marina, onde pegamos um transfer de barco até a ilha Koh Yao Noi, onde fica o hotel. O trajeto todo durou cerca de 1 hora.

Há muito tempo eu queria conhecer esse hotel e foi meu presente de aniversário!  Para começar, preciso dizer que esse é um dos hotéis mais incríveis que já fui! Ele figura, sem dúvida alguma, na minha listinha de TOP 10 hotéis no mundo. Não poderia recomendá-lo o suficiente! Vou tentar descrever cada detalhe e o serviço impecável desse hotel, mas só estando lá para entender. O hotel faz parte da rede Six Senses Resorts & Spa, fundada em 1995 e que tem como missão ajudar as pessoas a se reconectarem consigo mesmas, com os outros e com o mundo que as rodeia. Os hotéis da marca são sustentáveis e eco-friendly, em harmonia com o ambiente circundante e as culturas locais, sem abrir mão de luxo e serviço. Tudo é personalizado – o serviço e as experiências oferecidas são excepcionais. Todas as propriedades são maravilhosas e situadas em locais de incrível beleza natural. O compromisso Six Senses para com a sustentabilidade significa que produtos de comidas e bebidas devem ser produzidos localmente, ou seja, tudo fresco e orgânico, da melhor qualidade! Foi a minha primeira experiência num hotel Six Senses e voltei encantada.

Onde se hospedar em Phuket, Six Senses Yao Noi, Tailândia

Ao chegar no píer do hotel, fomos apresentados à nossa “GEM” que nos levou de carrinho de golfe para nossa villa, a Panorama Ocean Villa. Cada villa tem uma GEM – Guest Experience Maker, que nada mais é que uma governanta/assistente pessoal. Ela se encarrega de qualquer coisa – planejar atividades, reservar o restaurante do jantar ou atender qualquer pedido por mais extravagante que seja! A nossa era super fofa e chamava Tabtin.

A nossa villa era maravilhosaaaa, com uma vista de tirar o fôlego de Phang Nga Bay, situada bem no topo do resort. Ao abrir a porta da entrada, você já se deparava com o visual estonteante! A villa era dividida em dois andares – a entrada era pelo segundo andar, onde tinha também um amplo terraço coberto com sofás. No andar de baixo, um deck grande com cadeiras para tomar sol e mesas, uma piscina linda de borda infinita, e obviamente, o quarto, banheiro, etc.

Onde se hospedar em Phuket, Six Senses Yao Noi, Tailândia

O quarto tinha dois chuveiros (um externo e outro interno), além de uma banheira de hidromassagem com uma janelona de vidro voltada para a vista da baía. A villa era feita inteiramente de madeira e janelas de vidro para apreciar a vista. A decoração era simples, mas luxuosa ao mesmo tempo – chic and effortless. O minibar do quarto é abastecido de guloseimas e gratuito!!! A melhor parte: você pode personalizar TUDO no quarto! Você recebe um formulário para preencher com suas preferências. Entre as opções, tem um menu de travesseiros com pelo menos 6 tipos diferentes, menu de fragrâncias para os seus travesseiros (escolhemos lemongrass), e você pode pedir yoga mats, máscara para dormir, etc. Não preciso nem dizer que depois disso a cama fica deliciosa né?! Kkk.

Depois de instalados, saímos para explorar o resort. O projeto é incrível! Cada canto da propriedade foi desenhado para deixar o hóspede “isolado”, no bom sentido claro, proporcionando maior privacidade. O hotel estava cheio, mas por causa da distribuição não parecia. É uma paz! Sem contar toda beleza da natureza em volta que contribuem para o charme do resort. Segundo o staff, a melhor época para visitar Koh Yao Noi é em janeiro e fevereiro.

Jantamos na primeira noite no “The Living Room”, um dos três restaurantes principais do hotel. Situado perto do mar, o restaurante é alfresco, e a cozinha é internacional com ênfase em comida tailandesa. AMO comida tailandesa então resolvi provar uma sopa típica chamada “Tom Yum Woon Sem Tao Hoo Hed Fang” hahaha!! Essa sopa “hot and sour” nada mais é do que um caldo picante com glass noodles, capim-limão, folha de limão Kaffir, raiz de coentro e pasta de pimenta. O garçom me perguntou quão spicy eu queria a sopa, e eu ingênua falei médio. Bom, aprendi na marra que na Tailândia tem que pedir sempre pouca pimenta! Meu deus, quase morri!! Minha boca parecia um vulcão pegando fogo hahaha acho que foi o prato mais picante que comi na minha vida! Não consegui terminar a sopa, é só ver a minha cor na foto abaixo para entender hahahaha. Como prato principal pedi “Neua Ka Ta Ron” – outro prato picante, mas dessa vez uma carne com molho de vinho tinto chinês feita no wok! Mas estava delicioso! Aliás, tudo estava muito bom.

A sobremesa foi no “The Deli” – sorvete e cookie caseiro. Esse Deli é talvez a coisa mais legal do hotel! Todo dia, até as 22h, o lugar fica aberto e você pode se servir, sem custo adicional e quantas vezes quiser, de bolos, bolachas e sorvetes homemade. Você também pode montar um sanduíche do jeito que quiser! Os sabores dos sorvetes eram maravilhosos e tudo era muito bom! Maior tentação! Kkk

Tudo no hotel tem um toque especial. Depois do jantar assistimos ao filme Casablanca deitados nas espreguiçadeiras, na praia, com pipoca e sob um céu estrelado. Não é todo dia que fazemos isso né!? Mágico!

Onde se hospedar em Yao Noi, Six Senses Yao Noi, Tailândia

DAY 2

No segundo dia acordei super cedo para assistir ao nascer do sol! Eu sou apaixonada por sunrises e especialmente sunsets, então adoro fotografar esses momentos em diferentes lugares do mundo! Como o resort é voltado para o leste, o nascer do sol aqui é muito bonito, bem mais que o pôr do sol que não conseguimos ver. Eu não tive tempo de fazer mas recomendaria o sunset cruise que o hotel oferece, um passeio de barco que leva você para o outro lado da ilha durante aquela “hora mágica” do dia. Parece ser lindo! Ficamos três noites em Yao Noi e achei muito pouco! Recomendo ficar pelo menos uma semana no hotel. Tem tanta coisa para fazer e ver, e mesmo apenas curtir tudo que o lugar tem para oferecer, cada cantinho. E é exatamente isso que fizemos no segundo dia – curtimos o hotel! Não saímos!

Onde se hospedar em Yao Noi, Six Senses Yao Noi, Tailândia

O café da manhã é servido no Living Room e oferece um buffet tentador, além de opções à la carte. Com seus valores sustentáveis e o compromisso de servir apenas produtos locais, os ovos servidos no café da manhã são da granja situada dentro da propriedade. Mas tem uma peculiaridade…você mesmo pode ir na granja e catar os ovos que deseja comer!! Ou seja, ovos mais frescos impossíveis! É claro que eu não poderia deixar de ter essa experiência única, então peguei a cestinha de ovos que estava no quarto e fui escolher meus ovos! Kkk. Gente, a granja é o máximo, sério! Hahaha. Para deixar as galinhas contentes, elas escutam jazz enquanto se exercitam na sua academia customizada (sim hahaha) e a dieta delas consiste em restos de comida orgânica! Muito chic! Kkkk. Eu amei!

Passamos a manhã na praia do hotel (o hotel tem duas praias na verdade). A temperatura da água estava muito boa e o sol bem quente, bronzeando bastante! Fomos em novembro e nessa época do ano ainda chove um pouco, então como geralmente acontece, costuma chover forte por pouco tempo e depois o sol sai de novo. Enquanto chovia ficamos relaxando no “The Den”. Ao lado da biblioteca, é um bar para relaxar, com camas suspensas. O menu de drinks é ótimo e também é possível lanchar aqui, escolhendo entre os tapas no menu asiático e ocidental.

Bares em Yao Noi, The Den, Six Senses Yao Noi, Tailândia

Passamos o resto da tarde no Hilltop Reserve, uma espécie de villa privada no topo do resort com uma incrível piscina de borda infinita e com vista espetacular para a baía de Phang Nga. O visual é extremamente bonito!! Além da piscina, tem um restaurante que oferece pratos leves no almoço e cardápio tailandês no jantar. Almoçamos aqui.

No final do dia foi hora de visitar o tão esperado SPA – a marca Six Senses é conhecida por seus spas. E não decepcionou! O SPA do hotel é lindo! Eu fiz uma massagem detox muito boa, mas confesso que doeu um pouco pois usaram aqueles copos de sucção feitos de silicone. Todo mês o hotel traz especialistas famosos do mundo inteiro e oferecem tratamentos diferenciados durante esse período.

Na segunda noite jantamos no “The Dining Room”, o restaurante orgânico com cozinha contemporânea europeia. O restaurante é super bonito com piso todo de vidro, deixando à mostra o riacho que passa embaixo. Além da área principal do restaurante, há também pavilhões privados espalhados pelo jardim em volta. No segundo andar fica o “Chef’s Table”, exclusivo restaurante com apenas oito lugares oferecendo uma experiência gastronômica pessoal. A sobremesa foi obviamente no Deli de novo! Kkk O filme na programação “Movies With The Stars” era “Up In The Air” com o George Clooney, mas estava tão cansada que desisti!

Onde comer em Yao Noi, The Living Room, Six Senses Yao Noi, Tailândia

DAY 3

Começamos cedo no terceiro dia, pois o dia era longo e tinha muita coisa para ver! Tomamos café no Living Room e saímos de barco por volta das 8:30am. Preciso fazer um parêntese – fiquei muito impressionada com os buffets de café da manhã na Ásia! Isso também aconteceu com vocês?! É tanta opção e variedade que dá vontade de comer tudo – pratos asiáticos, dim sums, bolos, cookies, croissants, frutas exóticas, waffles, crepes, panquecas, etc!! Tive muita dificuldade em me conter hahaha

Alugamos um barco de 31 pés do hotel, todo aberto, e fizemos um passeio que durou cerca de 8 horas! Saímos com rumo às 4 ilhas de Krabi e as ilhas Phi Phi, que ganharam fama com o filme “A Praia” com o Leonardo DiCaprio. Visualmente, a distância engana muito! Phi Phi parecia ser perto do hotel, mas demoramos quase uma hora para chegar. A primeira parada foi a ilha de Ko Hong por causa da maré. De manhã a maré está alta e forma uma linda lagoa verde com água da cor de jade! Ao longo do dia a maré vai abaixando e esvaziando a lagoa, impossibilitando a entrada de barco. Achei super lindo.

A segunda parada foi Krabi e suas três ilhas: Koh Hua Gwan (conhecida também como “chicken island”), Koh Mor e Koh Tub. Quando a maré está baixa as três ilhas são unidas por um banco de areia com um formato “Y”, literalmente dividindo o mar.

Continuamos o passeio para Phi Phi e a famosa baía que aparece no filme, “Maya Bay”. Gente, eu nunca vi TANTA gente junta no mesmo lugar! Tentamos chegar o mais cedo possível para evitar as massas, mas é inevitável. Tinha tanto barco que estragava o visual! Mal conseguia ver a praia! Embarcações enormes com CENTENAS de turistas chegavam a cada minuto, deu até um pouco de aflição! Hahaha. Mas de fato, a água é MARAVILHOSA e a natureza deslumbrante. É imperdível apesar de tudo, tem que ir pelo menos uma vez! Tentamos fugir um pouco dando a volta na ilha, e vendo a parte de trás de Maya Bay que estava um pouco mais calma.

Em Phi Phi também fomos para Monkey Beach, a praia onde vivem um monte de macaquinhos! Você pode tentar interagir com eles, é bem fofo! Mas eles se assustaram e se esconderam uma hora…tem que ter um pouco de sorte e paciência para vê-los, não é tão fácil como nas fotos! A cor da água aqui também estava UMA COISA. A melhor descrição seria um verde neon!!

Depois de passear em Phi Phi paramos por último em “Laem Tong Beach”, no norte da ilha, e almoçamos no restaurante do Zeavola Resort & Spa. O lugar é uma graça e a comida estava muito boa, frutos do mar fresquíssimos. A volta para o hotel do restaurante demorou uma hora! Foi um pouco cansativo mas valeu a pena! Chegamos no final da tarde no Six Senses e relaxamos até anoitecer.

Como era meu aniversário, não podia passar em branco! Fomos no Den tomar drinks para comemorar! E depois meus pais preparam uma surpresa linda – eles reservaram e fecharam o Hilltop Reserve!! A nossa GEM organizou tudo, com direito à bolo, cartões, velas, balões…tudo muito fofo!! Eles são super atenciosos. A parte mais legal disso é que podíamos controlar tudo, até a cor da luz na piscina hahaha óbvio que a criança em mim achou o máximo! Meus pais escolheram todos os pratos e montaram um menu asiático, afinal eu gosto pouco né kkk, estava incrível! De entrada tinha: “chicken satay”, “chicken with padan leaves and tamarind sauce”, e “chicken spring rolls with sweet chili sauce”. Como prato principal: “sweet and sour pork”, “minced beef wok”, e “tamarind wok fried chicken with cashews”. Para a sobremesa, além do bolo, escolheram vários sabores de sorbets. Foi perfeito 

No quarto e último dia nos despedimos do hotel às 12h depois de um late breakfast. Foi muito triste, juro que quase chorei! Não queria ir embora de jeito nenhum! Foi o ponto alto da viagem, com certeza! Não vejo a hora de voltar!!

Related Posts

Solicitação de reserva

Você optou por receber informações sobre esta viagem

URL:

Voltar